[ editar artigo]

3 dicas de como a criatividade irá diferenciar influenciadores

3 dicas de como a criatividade irá diferenciar influenciadores

Em 2015 o fórum econômico mundial já previa a criatividade como a principal habilidade para os profissionais em 2020. Não só ele, na verdade. Harvard, LinkedIn e diversas outras instituições de pesquisa afirmam isso.

Mas se a criatividade é exigida dos profissionais, dentro das empresas, imagina dos profissionais independentes que - nesse caso - é você, influenciador?

Influenciar é algo que tem sido cada vez mais escalável. Com as redes sociais o micro também influencia e, nesse momento, esse micro é direta o indiretamente seu concorrente. By the way, qualquer informação que corre numa rede social vem, de alguma maneira, concorrer com você (nem que seja a atenção do usuário). E o grande elemento de estratégia nesse cenário é o seu processo de diferenciação.

O Covid colocou todos os influenciadores dentro de casa, artistas também, anônimos também. Colocou automaticamente todo mundo na frente de uma tela, seja para consumir ou para vender. O que te faz diferente de todo mundo? Quais vidas, negócios ou qualquer organismo vivo, você está transforma? O que o mundo perderia se a sua influência não existisse?

Num mundo cada vez mais conectado, essas exigências que antes não tinham tanta voz, estão aos berros. O seu posicionamento nunca foi tão esperado… e julgado.

A gente acredita que, de alguma maneira, todo influenciador passou por um processo criativo, que é o momento onde ele se identifica consigo mesmo e se expõe ao mundo com um protagonismo claro ao ponto de engajar outras pessoas. Ao mesmo tempo, quanto mais esse influenciador cresce e escala seu impacto, mais difícil pra ele é manter sua conexão e atenção para a sua base. É claro que a tecnologia veio para te ajudar na escalabilidade desses contatos, mas até quando isso se sustenta?

Por conta disso, vamos trazer 3 dicas para você se diferenciar na multidão através da criatividade:

1- Compreenda, antes de tudo, quem é você

Pessoas e negócios mudam o tempo todo e precisamos permitir que isso aconteça com naturalidade.

O quanto você se dispõe a mudar e recriar? Muitos ainda estão apegados a um modelo único, que provavelmente foi o que deu início aos seus papéis de influenciadores lá atrás, mas que já não se sustenta, seja internamente ou publicamente. E quando esses influenciadores se dão conta, já está desgastante demais nutrir alguém que não existe em troca de aceitação e retorno social.

Saiba que você terá insumo e repertório infinitos no momento que você fizer o que realmente sabe, domina e se interessa. O processo de evolução e descoberta te traz o tesão em fazer algo novo, e isso também é conteúdo!

Ou seja, se aproprie de você, cresça para você, que o mundo vem atrás. Nada é mais impactante do que o brilho no olho de alguém que se expõe com verdades.

2- Tenha uma vida criativa

Com o distanciamento social muitos influenciadores se depararam com um bloqueio criativo, por terem que criar conteúdos dentro de casa. Quando o ambiente se torna limitado, tudo o que existe está dentro de você.

Se proponha a viver diferentes dinâmicas, aprender conteúdos que não tenham conexão direta com o seu produto e exercer novas habilidades. Desse aprendizado sairão insights incríveis, afinal é interessantíssimo fazer algo pela primeira vez.

Momentos como esse nos convidam a entender que o mundo do influenciador digital pode ser realmente digital. Ou seja, tudo já está ao seu alcance ;)

3- Saiba escalar sua ideia

A economia do futuro nos exige cada vez mais a trabalhar em rede. Esse pode ser um passo difícil aos influenciadores, que sempre tiveram protagonismo sendo personagens únicos na história.

O contexto de comunidades digitais veio para que a sua influência seja usada para empedrar outras pessoas e, com isso, ganhar em escala.

Pense você sendo uma influenciadora de maquiagem. Você tem dois caminhos: ou você cria, gerencia, vende e influencia sozinho, ou você empodera outras milhares de pessoas que também estão aprendendo e querem construir suas reputações sendo maquiadoras, a criarem, gerenciarem e venderem. Nesse momento, sua influencia está em escalar a rede de pessoas e executar operacionalmente tudo isso.

A comunidade também traz autoridade para os influenciadores fora das redes sociais, o que é importantíssimo atentar, afinal, redes sociais são cíclicas e seu conhecimento não pode ficar vinculado a um único canal.

Essa semana a Transformação Criativa está propondo um desafio para a comunidade no telegram, inspirado no livro O Caminho do Artista. O livro dá como experiência a escrita de páginas matinais, sendo a primeira coisa para você fazer no dia. Essa prática auxilia a se entender de maneira mais prática, deixando a emoção de lado e exaltando nossos desejos genuínos. Ou seja, pode ajudar você também nesse processo criativo de diferenciação. Lembre-se: criatividade sempre será de dentro para fora.

As vagas já estão esgotadas mas a ideia é replicarmos isso também em outros canais, como no Instagram @transcriativa.

Até lá!

#ClubedaInfluência
Transformação Criativa
Transformação Criativa Seguir

Um canal que traz a #criatividade como ferramenta estratégica para empreender @transcriativa

Ler conteúdo completo
Indicados para você