[ editar artigo]

Conteúdo para além do Instagram: como distribuir conteúdo em outras plataformas?

Conteúdo para além do Instagram: como distribuir conteúdo em outras plataformas?

Que o Instagram é uma das maiores plataformas existentes hoje ninguém duvida, mas com os movimentos recentes da rede social muitas pessoas têm se perguntado sobre o futuro dela e até que ponto vale a pena continuar produzindo conteúdo por lá. 

A grande pergunta é: existe conteúdo para além do Instagram? A resposta é sim, e neste texto apresento algumas alternativas de como criar e distribuir conteúdos em outras plataformas. Leia até o final e fique por dentro! 

 

Por que não criar só para o Instagram?

Depois que o chefe do Instagram, Adam Mosseri, anunciou no mês passado que o Instagram "não é mais [apenas] um aplicativo de compartilhamento de fotos", e que a rede social pretende se dedicar mais a ideias voltadas ao entretenimento e conteúdos de vídeo, muitas pessoas e principalmente criadores de conteúdo passaram à se questionar se vale à pena criar conteúdos para à rede social. 

Ao criar conteúdo apenas no Instagram, os creators se veem presos a uma série de limitações, apesar de ser o lugar onde sua audiência já está. A entrega do conteúdo é uma delas, dado que hoje um número muito pequenos dos seguidores são alcançados organicamente por publicações no feed e nos stories. 

Se o seu conteúdo for em vídeo, talvez seja uma boa continuar apostando na plataforma, visto que os principais esforços serão para valorizar ainda mais esse tipo de conteúdo por lá, seja ele no formato Reels, stories ou IGTV. 

Agora se o seu conteúdo não for em vídeo, ou não for em grande parte nesse formato, talvez uma opção seja buscar outras plataformas para criar e distribuí-lo. 

 

Aposte num canal proprietário

Antes de partir para outras redes sociais, considere ter um lugar só seu, que independa de algorítimos, onde você como pessoa que cria conteúdo pode ter controle sobre como e onde ele será entregue. 

É possível sem depender de plataformas sociais, criar e distribuir conteúdos. Confira na relação abaixo:

 

  • Tenha um site: ter um site é hoje uma das melhores alternativas. Além de profissionalizar seu trabalho como creator, possibilita deixa-lo com a sua cara e hospedar o tipo de conteúdo que você desejar: textos, imagens, vídeos, etc. Além de ser mais fácil de você e seu conteúdo serem encontrados no Google;

  • Crie um blog: antes de existirem os influenciadores ou creators como são conhecidos hoje, os blogueiros já produziam conteúdos em texto em suas plataformas proprietárias. Esse canal de criação e distribuição de conteúdo voltou a fazer sentido com todos os movimentos das redes em entregarem cada vez menos os posts; 

  • Tenha sua própria comunidade: para além de criar conteúdos, ter uma comunidade de pessoas engajadas com ele é essencial. Por isso, apostar em plataformas de comunidade, como a Squid Community, por exemplo, pode ser uma excelente opção também. Elas possibilitam a hospedagem de conteúdos diversos, a troca e interação entre as pessoas que fazem parte dela. 

 

Crie e distribua em outras plataformas

Além do Instagram existem outras plataformas sociais que possibilitam a criação e distribuição de conteúdo. A escolha pode ser feita conforme o tipo de conteúdo que a pessoa criadora de conteúdo mais está acostumado a produzir, mas as possibilitardes são inúmeras. Veja algumas opções a seguir:

 

Pinterest 

O Pinterest é uma plataforma super visual e é ideal para quem produz conteúdos de moda e beleza, por exemplo, que podem ser imagens e vídeos. 

A rede social também é ideia para quem já possui site ou blog, uma vez que possibilita linkar parte dos conteúdos da plataforma para um link, aumentando o trafego e acessos orgânicos. 

 

Medium

O Medium é à plataforma ideal para quem gosta de produzir conteúdos em texto. Por lá é possível criar blogposts, criar e entrar em grupos de discussão, além de  conquistar novos seguidores para se inscrever e receber todo conteúdo assim que é publicado na plataforma.

Uma excelente opção para quem deseja criar uma relação mais próxima criar uma comunidade altamente engajada com o conteúdo.

 

Vero 

Apesar de ainda não ter emplacado (o que pode ser até algo positivo), a rede social Vero promete desde que foi lançada em 2015,  por se tratar de uma plataforma de conteúdo que não tem algoritmo, ou seja, lá o feed de postagens é apresentado de forma cronológica, assim como era o Instagram quando foi criado. 

Outros pontos positivos da rede social é que por lá não há recolhimento de dados dos usuários e o melhor, não existem anúncios. 

 

Hello

Para criadores com saudades do Orkut, a Hello pode ser uma oportunidade de se conectar com uma comunidade nova e fazer boas amizades. Isso porque o fundador da plataforma é o mesmo que criou o Orkut. 

Por lá também não rolam anúncios e a dinâmica da rede social funciona diferente da maioria das redes sociais, onde o foco está nos interesses em comum e não nas amizades em comum.

Taboom

O aplicativo de transmissões ao vivo chegou com uma proposta bem ousada, oferecer aos criadores um lugar para interagir com a audiência ao mesmo tempo, em que podem ser remunerados por ela durante as transmissões. 

As interações acontecem através de recursos como votações, enquetes e quizzes que podem ser feitos durante as transmissões. Por meio dos virtual gifts, na Taboom,os criadores podem receber presentes da audiência que são transformados em dinheiro. 

Viu como dá sim para criar e disponibilizar conteúdos para além do Instagram? Basta um pouco de paciência para descobrir novas redes e começar a criar por lá também. 

Apesar das mudanças das plataformas, o que importa de fato é o conteúdo. Com um bom conteúdo a audiência acompanha o creator, independente da plataforma.  

Conhece outras plataformas interessantes? Deixe aqui nos comentários! 

 

Ah, aproveite para me seguir no Instagram e no Twitter também! É só buscar por @eugleidistone por lá. 😉🤎

#ClubedaInfluência
Gleidistone Silva | @eugleidistone
Gleidistone Silva | @eugleidistone Seguir

desenvolvo o posicionamento digital de marcas e influenciadores por meio do planejamento, produção e curadoria de conteúdo. publicitário que também é: um pouco designer, social media, copywriter, produtor, videomaker, pesquisador e rp. ;)

Ler conteúdo completo
Indicados para você