[ editar artigo]

Coronavírus: seremos os mesmos após a pandemia?

Coronavírus: seremos os mesmos após a pandemia?

Você já parou para pensar na vida pós-pandemia? Com o surgimento do Covid-19, tivemos que nos adaptar rapidamente à nova rotina e colocar em prática novos hábitos. O ritmo frenético, de grande parte das pessoas, precisou ser revisto e a reorganização da vida foi necessária no mundo todo. 

Existem muitas teorias e especialistas em tendências futuristas falando sobre o mundo pós-pandemia. São tantas previsões que, de fato, não sei o que e como seremos depois disso tudo, por isso, minha proposta aqui é refletir sobre as mudanças em outro mundo: o seu! 

O que você tem vivido nesse período? Que reflexões anda fazendo e que provocações estão te inquietando? Procure pensar sobre quais mudanças impostas nesse período estão refletindo no seu jeito de sentir, pensar e agir. Tem se questionado ou revisitado alguns valores?

O trabalho, que antes era o centro de muitas vidas e um importante elemento na formação da nossa identidade, anda meio em segundo plano. Agora, estamos passando mais tempo em casa e com a nossa família. Neste sentido, que tal dar espaço para outros papéis que desempenhamos (como o de pai, mãe, filho(a), amigo(a), marido ou mulher) e harmonizá-los com o profissional, e assim, se cobrar menos?

Como psicóloga, vejo muito dessa queixa no consultório, as pessoas estão sempre se culpando e se sentindo em dívida com tudo e com todos; o tempo e a demanda de trabalho estão sempre em descompasso, apesar de trabalharmos muito, sempre falta tempo. E esse mesmo tempo compete com a vida em família, lazer, atividade física e dedicação a si próprio. 

Talvez, esse seja o momento de valorizar outros aspectos que também compõe nossa identidade e equalizar os pesos. Aproveite a chance de viver o presente com mais qualidade e com menos necessidade de controle, já que o mundo se apresenta com tantas incertezas e, cada vez mais, nos deparamos com nossa fragilidade.

Aceitar nossos limites nos ajuda a ter mais empatia com o outro e a exercitar o senso de comunidade, tão necessário nesse tempo. 

Quanto ao futuro, é importante se planejar, mas sem deixar de dedicar energia para o hoje, pois a vida é construída a partir de escolhas. E elas nos defrontam o tempo todo, seja com a roupa que vamos vestir ou o sabor da pizza que vamos comer mais tarde, ou até com as mais complexas, como: relacionamentos, mudança na carreira… Observe, você tem um jeito próprio de fazer escolhas. E para se conectar com tudo isso, exercite também a capacidade de se ouvir, o silêncio traz muitas respostas.


A tarefa que o momento atual nos pede não é fácil, por isso, não hesite em procurar ajuda de pessoas próximas e profissionais para trilhar esse caminho.

 

Um beijo e até a próxima!

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato comigo: grazi.squidit@gmail.com

*Créditos das imagens: Giphy

 

#ClubedaInfluência
Graziela Cirino Cabral
Graziela Cirino Cabral Seguir

Psicóloga (UNIMEP), com Formação Clínica na Abordagem Centrada na Pessoa e Orientadora Profissional e de Carreira. Já atuei com atendimento psicológico e desenvolvimento profissional de atletas, times e influenciadores da área de games e eSports.

Ler conteúdo completo
Indicados para você