[ editar artigo]

Como não se tornar escravo do algoritmo

Como não se tornar escravo do algoritmo

Se você é criador de conteúdo ou pretende, certamente já ouviu falar do algoritmo e todos os questionamentos em torno dele. Sim, essa coisa que sabemos que existe, mas não sabemos como funciona e infelizmente não temos como ignorá-lo. 🤯 

Afff, bugou aí também? (rs)

Criam-se teorias, fórmulas mágicas aparecem, carreiras são construídas em cima dele, mas na real mesmo, não temos sequer uma resposta concreta que afirme como funciona 100% esse bendito sistema. Vai por mim, se você é novo ou não nesse ramo, se acostume a não ter essa resposta, até porque ele muda de regras todos os dias, o tempo todo.

Oi gente, sou Pam Nascimento atriz e criadora de conteúdo e estou aqui no clube pela segunda vez, agora para a gente trocar uma ideia sobre o temido e muitas vezes odiado, algoritmo.

Quem nunca, antes de entregar uma publi, não teve medo da plataforma não entregar o post para seus seguidores, flopar e todo seu esforço e trabalho irem por água abaixo junto com a sua autoestima? Quem nunca tentou seguir regras como  “Poste 3 fotos por dia e seu engajamento vai aumentar”;  “ Coloque emoji nos seus post”;  “Não edite a legenda antes de completar 60 minutos”; “Faça enquetes”; “responda os comentários” e por aí vai...  para tentar hackear e se dar bem com Markin ? (Mark Zuckerberg) 

Ai gente, é muito exaustivo, não é? Mexe com a nossa criatividade, liberdade e autoestima. Por isso é importante a gente trocar essa ideia por aqui e se contentar que não existem fórmulas mágicas, o que no meu ver, precisamos mesmo,  é ter cuidado para que não nos tornemos “escravos” dessas redes e desse sistema, muito menos cair na cilada de avaliar nossa criatividade, capacidades, esforço, trabalho e sucesso por ele.

A primeira vez que ouvi falar em algoritmo foi em 2017, o do Instagram. Em 2018 eu escrevi sobre no meu ig com o tema “QUASE VIREI ESCRAVA DO INSTAGRAM” num desabafo sobre como estava me sentindo “obrigada” a seguir regras para consegui me sobressair, e como tudo isso me incomodava e incomoda até hoje. De lá pra cá tenho lido e visto conteúdo que abordam o tema por todos os ângulos, não para hackear e me ver louca por aí, pelo contrário, para entender como posso direcionar da melhor maneira o meu trabalho. Afinal, o Instagram é a minha única fonte de renda, e de quebra cuidar da minha saúde mental. Porque sim, minha gente, isso tudo adoece.

Por fim, vou deixar aqui minhas indicações de documentários, filmes e podcasts que me ajudaram a mudar completamente o meu pensamento sobre como usar as redes com mais consciência e a meu favor, e como posso trabalhar de forma mais saudável, driblando tudo isso através do “SLOW CONTENT” em português “CONTEÚDO LENTO”, já ouviu falar?

Pode ser um ótimo tema pra nosso próximo papo. Te desejo bom mergulho, bons voos e sucesso na carreira.

Inté!!!

Documentários: 

O DILEMA DAS REDES – THE SOCIAL DILEMMA

“Especialistas em tecnologia e profissionais da área fazem um alerta: as redes sociais podem ter um impacto devastador sobre a democracia e a humanidade.”

CODED BIAS O documentário da Netflix  (Coded Bias ) é dirigido por Shalini Kantayya e investiga o viés racista e machista da inteligência artificial (IA) por trás dos algoritmos de reconhecimento facial.

PRIVACIDADE HACKEADA

O doc lançado em 2019, traz uma reflexão sobre a manipulação do uso de dados e como isso pode afetar a democracia, passando por eleições e fake news.

FAKE FAMOUS documentário da HBO, mostra a falsa vida que um influenciador leva. A produção uniu 3 cobaias para fazer um experimento: usar todos os truques possíveis para torná-los famosos.

A ERA DOS DADOS é uma série documental da Netflix, um jornalista científico viaja o mundo para explorar as maneiras sutis e surpreendentes pelas quais estamos todos conectados. Ele descobre como tudo ao nosso redor, desde o ar que respiramos às selfies que publicamos nas redes sociais, estão ligados a naufrágios catastróficos, a fraudes nas eleições e até a galáxias distantes. Muito bom!

Filmes: 

REDE DO ÓDIO é um filme polonês de suspense que trata de um dos assuntos mais atuais do mundo: as redes sociais. O filme em poucas horas atingiu o top 10 de títulos mais assistidos, deu pra sentir que o assunto é urgente né?!

O CÍRCULO Gira em torno de uma funcionária de uma companhia tecnológica que vive um dilema moral ao se envolver em um projeto que deixa vulneráveis os limites de privacidade de usuários.

Podcast: 

É POSSÍVEL FAZER SLOW CONTENT?

https://open.spotify.com/episode/37KCfAklA7JBgR2HFPODOn?si=-n3q3SjwR5G0I7BPRHvLZA

MOVIMENTO SLOW CONTENT 

https://open.spotify.com/show/3nIO1N4w4SRMAXOM0SqyWG?si=hYxo8I-qRg6LKI010UtMTQ

SLOW CONTENT 

https://open.spotify.com/episode/3pezx9MXJifBZYR7AF6r4f?si=ivY6PXlGSROV-mcrH1dpUw

 

#ClubedaInfluência
Ler conteúdo completo
Indicados para você