[ editar artigo]

Não subestime a mulher que popularizou o uso da chapinha de cabelo!

Não subestime a mulher que popularizou o uso da chapinha de cabelo!

Nesse período de quarentena não é novidade que muitos estão aproveitando o maior tempo em casa para fazer aquela maratona de séries, não é? O que também não é nenhuma novidade é que Octavia Spencer dá um show de talento em todo filme em que participa, mas que nessa nova série original Netflix, (Self Made) A Vida e a História de Madam C.J. Walker, ela se superou, ah isso sim. Ela conseguiu ser ainda mais fabulosa. Na telinha ela está interpretando Madam C.J. Walker, uma mulher extraordinária, que empresta o peso do seu nome ao título dessa série que você tem que assistir e eu vou te contar o porquê.

Sarah Walker é uma mulher real que esteve muito à frente do seu tempo, corajosa e muito sonhadora... mas determinada a realizar todos os seus sonhos.  E essa recém lançada produção da Netflix, que não é bem uma série e sim e uma minissérie de 4 capítulos, com cerca de 50 minutos cada, é totalmente inspirada em sua história de vida empreendedora.

Gente, essa Madame era um hino de mulher! Você vai ficar de boca aberta ao assistir as cenas em que ela literalmente luta por seus sonhos e a garra com que ela, Sarah Walker, venceu na vida. Ela enfrentou tantos obstáculos, não apenas financeiros, mas também vários obstáculos sociais. Pois, além de ser uma mulher no início do século XX, ela era uma mulher afro-americana, que, como se não bastasse toda as dificuldades enfrentadas, ainda era pré-julgada por sua aparência.

Mas “ela foi mais ela”, como costuma dizer a minha mãe, e não se deixou abalar. Sarah ergueu a cabeça e mostrou o quanto era genuinamente bela por dentro e por fora. Mostrou o quanto era esperta e capaz de se tornar uma mulher de negócios muito bem sucedida. Tornou-se a Madame C. J. Walker, que fabricando produtos para cabelo, criou um império na industria de beleza e foi a primeira milionária negra dos EUA.

Madam C.J. Walker: quem foi a empreendedora milionária que ...

Madame C.J. Walker sonhou grande em um mundo em que mulheres até podiam sonhar, mas não era permitido realizar. Ela é um exemplo a ser seguido não apenas naquela época, mas até hoje. E por falar em tempos atuais é incrível saber que sua marca ainda existe e faz bastante sucesso. É vendida  nas lojas Sephora, uma pena que os produtos não sejam vendidos nas lojas do Brasil, com certeza eu iria amar ter um dos seus produtos para cabelo.

Em relação a minissérie em si eu a achei muito boa. Super cativante, gostosa de assistir, me prendeu tanto que devorei os capítulos no mesmo dia sem pausas. 

A minissérie também parece ser bem fiel a realidade, porém é importante saber que a personagem retratada como “vilã”, Addie Monroe, possui um enredo um tanto fantasioso. Na vida real quem realmente existiu foi a Annie Malone, outra mulher incrível. Empresária, filantropa e ativista negra, Annie foi pioneira na criação de escolas de beleza. Annie Malone fornecia emprego e incentivos para milhares de mulheres nas Américas e na África para se qualificarem e abrirem seu próprio negócio. (Eu grito GIRL e vocês POWER!)

Acredito que toda a narrativa e evolução dos personagens além de encantar promove uma injeção de ânimo maravilhosa.

A produção além de abordar com criatividade temas como autoestima, empoderamento feminino e empreendedorismo, ainda nos presenteia com um pouco de história do Marketing e da Publicidade & Propaganda.

 A Vida e a História de Madam C.J. Walker é uma produção baseada em fatos reais que apesar de retratar uma história muito antiga se torna atemporal e extremamente relevante para os dias atuais e é por isso que você deve coloca-la na sua lista de séries para maratonar durante a quarentena.

Madam C.J. Walker: a empreendedora milionária que inspirou série ...

Um brinde à todas as mulheres desse mundo e a sua força de vontade! 

E se você não assistiu ainda... faz logo uma pipoquinha e apertar o play!!!

 

 

 

#ClubedaInfluência
Jade Emmylle Moura
Jade Emmylle Moura Seguir

Publicitária e mestre em Psicobiologia, sou pesquisadora da área de comportamento humano. Amante da Cultura Pop e do Universo Geek!

Ler conteúdo completo
Indicados para você