[ editar artigo]

Por que os criadores de conteúdo devem se preocupar com SEO e indexação no Google

Por que os criadores de conteúdo devem se preocupar com SEO e indexação no Google

Vamos fazer um teste rápido: abra uma aba anônima no seu navegador de internet. Entre no Google e, na parte da busca, coloque o seu nome. O que aparece? Seu perfil no Instagram, no Facebook ou no Youtube? Alguma foto ou vídeo seus? Se sim, isso significa que o seu nome foi indexado pelo Google, ferramenta de busca mais utilizada no mundo. Agora, você se pergunta: o que isso tem a ver com o seu trabalho como criador de conteúdo? Tudo! 

Atualmente, quem trabalha com internet – qualquer que seja a função – indiretamente trabalha para o Google. Afinal, todos nós desejamos estar na primeira página de buscas e facilitar que marcas e potenciais clientes nos encontrem com mais rapidez, não é mesmo?

O objetivo é aumentar as chances de conquistar novas oportunidades de trabalho. Por isso, entender a importância de uma boa indexação orgânica – sem comprar um espaço de publicidade no Google ou outras ferramentas de busca – é fundamental para o seu trabalho como influenciador digital.

Afinal, o que é esse tal de SEO?

O SEO (Search Engine Optimization ou otimização para motores de busca) pode não estar entre as suas prioridades quando você pensa ou publica um conteúdo, mas na era digital, todo profissional de marketing de conteúdo deve entender o básico sobre otimização de mecanismos de pesquisa. 

Resumindo: o SEO é um conjunto de técnicas que influenciam os algoritmos dos buscadores na definição do ranking de uma página para determinado termo ou palavra-chave pesquisados.

A importância do SEO para criadores de conteúdo

O objetivo da maioria dos mecanismos de pesquisa é fornecer ao usuário as informações mais relevantes e úteis em cada tipo de consulta realizada. Para fazer isso, esses mecanismos de pesquisa operam usando algoritmos que dependem de um conjunto específico de indicadores de classificação (criados pelas próprias ferramentas) para avaliar a relevância e a qualidade do conteúdo.

O SEO oferece aos criadores de conteúdo mais uma chance de deixar o conteúdo em destaque. Quando falamos de conteúdo no mundo do SEO temos dois tipos de buscas:

  1. da marca/pessoa: momento em que você pesquisa seu nome ou a sua marca e eles aparecem no Google (como o exemplo que demos no início do texto);
  2. de conteúdo: quando buscamos algum tópico específico e você aparece com relevância no Google. 

Os criadores de conteúdo querem ser vistos como influentes dentro de seu nicho de atuação, pois se conectar com essa comunidade é muito importante.

Se alguém fizer uma pesquisa sobre um tema dentro do nicho específico e o influenciador aparecer como o grande “resolvedor” daquela dúvida, ele é visto como autoridade no assunto. “É importante ressaltar que aparecer no Google pelo seu nome/marca é o requisito básico do SEO. Agora, ser encontrado pela sua expertise e influência dentro de um segmento de atuação é a verdadeira tarefa do SEO”, explica Guilherme Kawasaki, especialista em SEO.

Como seria isso na prática? O expert nos dá um exemplo: “Uma criadora de conteúdo asiática, que produz conteúdo voltado para o universo de beleza para asiáticos escreve diversos artigos falando sobre temas de seu nicho, como maquiagem para orientais ou penteados de cabelo para orientais. A cada busca específica, ela vai aparecer como a solucionadora da necessidade do usuário com esses artigos específicos”. Incluir um vídeo dentro do artigo e colocar imagens de passo a passo também ajudam a tornar aquela página mais completa para sanar as dúvidas.

Guilherme selecionou e explicou algumas boas práticas para você incluir na sua rotina e garantir que o seu conteúdo seja bem indexado pelo Google e outras ferramentas de busca. Confira:

1. Foco na qualidade

Sim, a qualidade do conteúdo é, de longe, o fator de classificação mais importante. À medida que os usuários interagem com seu conteúdo online, o Google entende que ele é útil para as pessoas e, assim, pode dar uma classificação mais alta para o seu conteúdo. 

E existe uma fórmula para criar conteúdo de qualidade? Na verdade, não! Mas, você pode seguir as ideias abaixo para desenvolver boas produções dentro do seu segmento de atuação, claro:

  • Responda dúvidas ou ofereça conselhos práticos

Crie conteúdo que responda às principais perguntas relacionadas ao seu produto, nicho ou segmento de atuação. Lembre-se: procure sempre oferece uma resposta bem completa e com fontes confiáveis e verificáveis. Antes de publicar, veja se você responde a pergunta na íntegra. Depois, peça para algum amigo ou colega de trabalho ler o conteúdo produzido. Eles têm alguma dúvida? Use esse feedback para revisar e aumentar o conteúdo caso necessário.

  • Priorize o conteúdo evergreen

Conteúdo evergreen é um tipo de material que aborda temas atemporais e, por isso, eles se mantém relevante para as ferramentas de busca por muito tempo depois da sua publicação. Portanto, encontre tópicos de conteúdo que continuarão relevantes e escreva ou faça vídeos sobre eles. 

  • Aumente sua autoridade sendo citado e linkado por fontes confiáveis

Ser citado por sites ou blogs confiáveis, especialmente do seu nicho, é interessante para o Google entender que você é autoridade do assunto. Mas conquiste essa autoridade, faça um serviço de divulgação e procure blogs e influenciadores parceiros. As parcerias são ótimas oportunidades de conseguir links de sites relevantes. “Tome cuidado com essas parcerias de links, pois elas podem ser vistas como esquema de troca de links também”, afirma Guilherme.

  • Faça conexão entre diferentes artigo do seu site/blog 

O importante, aqui, é pensar na experiência do usuário. Por isso, tenha em mente que durante o texto você deve oferecer a possibilidade de navegação por artigos de temas semelhantes do seu site/blog. Já escreveu sobre algum tema apresentado no texto, coloque um link interno para que o leitor possa ter acesso ao seu conteúdo. 

2. Pesquise suas palavras-chave

Para conseguir uma boa classificação no Google (e em outras ferramentas de busca), você precisa usar as palavras-chave corretamente.Aqui, a regra é simples: procure entender quais frases e termos os seguidores e marcas mais pesquisam sobre o seu segmento. Os posts nas redes sociais ou em blogs podem fornecer insights isso. Fique sempre de olho para identificar novas palavras-chave. 

Outra dica importante: insira um termo no Google, role até a parte inferior dos resultados da pesquisa e verifique as pesquisas relacionadas ao termo. Assim, você também consegue gerar uma lista de palavras-chave para criar conteúdo. Lembre-se, a pesquisa de palavras-chave é um processo contínuo.

3.  Publique conteúdo no #ClubeDaInfluência

Outra boa opção é participar de comunidades online para trocar conhecimento com outras pessoas, conhecer novos usuários e, acima de tudo, produzir conteúdos. No #ClubeDaInfluência, da Squid, você pode publicar textos utilizando técnicas de SEO. Essa é uma boa maneira de monitorar se seus esforços estão dando certo e também tem mais chances de ter um conteúdo indexado pelo Google. 

#ClubedaInfluência
Maria Lúcia Zanutto
Maria Lúcia Zanutto Seguir

Analista de Marketing da Squid

Ler conteúdo completo
Indicados para você