[ editar artigo]

Como inspiro outras pessoas com minha influência

Como inspiro outras pessoas com minha influência

Na minha infância eu sempre sofri bulling,  pela minha estrutura física (Alta, magra e preta). Mas eu sempre busquei me reerguer acreditando em coisas positivas e sim com 16 anos eu já era assim!

Quando surgiu um concurso na minha cidade ( Salvador) e decidi tentar, e recebi apoio não somente da minha família, como de uma grande e atual amiga!

Mesmo com o ódio de muitas pessoas enraizado dentro de mim, algo me impulsionava a tentar, e justo no dia do concurso estava tendo uma das maiores greves de ônibus do Brasil...

Gente, sabe quando  acontecem varias coisas na sua vida, que faz você querer desistir dos seus sonhos?

Sim, eu estava a ponto de dizer,  mãe está tudo bem, fica para a próxima...

 Mas sabe quando ao mesmo tempo e antes de você dizer algo, você olha o estado em que a sua família está vivendo, e mesmo sem você saber como será, você descreve o seu futuro?

E quando você olha para pessoas que tiveram sucesso na vida, você diz, EU QUERO ISSO?!

Pois bem, eu caminhei 4 horas e meia até o concurso, passei por muitos desafios, e um deles era raspar completamente a minha cabeça...

Se eu já sofria bulling com cabelo, imagina careca...

Imaginou? Então, eu raspei, Chorei muito, mas raspei!

Mas o mais incrível naquele dia é que eu me tornei única, única mesmo ouvindo em toda a minha infância que eu era feia, esquisita, e mesmo com inúmeros apelidos, nunca tirei a minha vida. 

Mesmo não me achando linda no espelho, e enxergando profundamente minhas diferenças (que eu não considero defeitos), me escrevi em um dos maiores concursos do mundo, Elite Model Look .

Mesmo tendo uma terrível greve de Ônibus, eu decidi que aquele não seria o meu torpeço, porque eu passava por coisas piores..

E mesmo tendo que tomar uma decisão ao qual eu nem imaginava o resultado e nem sabia se a minha cabeça era torta..., eu simplesmente, sempre confiante em Deus, decidi arriscar, e sabem qual foi o resultado?

Eu ganhei em 1º Lugar em Salvador, e sou com orgulho a primeira Mulher Preta Brasileira a ganhar um concurso internacional, com a segunda colocação em São Paulo e entre as 15 finalistas em Singapura!

Aii gente, hoje dou risada, mas uma risada confiante de que sim EU POSSO! 

A, e você que está lendo também tá!!

Depois de viver anos como modelo e dar uma pausa para minha gestação ao qual me levou para uma depressão devido a mudança do meu corpo, saindo de uma garota raquítica para uma mulher normal e vivendo e dependendo da moda desde os meus 16 anos, passei por vários momentos ao qual me fez refletir como uma pessoa pode trabalhar com uma determinada marca, entregando para ela um conteúdo em que o leitor se veja refletido(a) e inspirado(a) em desejar aquele produto.

Na minha época, falando de 15 (anos) atrás, ter a tecnologia que temos hoje, e gerar um contato mais humanizado ao qual as marcas estão buscando entregar os seus produtos, é de grande inspiração e evolução. Mas ai vem a questão, como se conectar? Como argumentar que sim sou uma das pessoas ideais a entregar esse conteúdo e gerar essa conexão?

Quando entrei na Squid, percebi que ter um intermediário que conheça bem a minha história, que se inspire e saiba exatamente como conquistar o cliente de forma verdadeira para que eu, influenciadora, realmente vire uma influência daquela marca, foi de extrema importância na minha nova carreira.

Até porque eu passei 9 anos afastada da moda, me recuperando de tudo que vivi como modelo, tendo que trabalhar até hoje a minha auto aceitação. 

Meu novo sonho antes de fazer parte da Squid, era retornar a moda querendo ser uma influência, inspiração e espelho para muitas mulheres que hoje sofrem por não se enxergarem em determinados produtos ao qual a sociedade impõe com  padrão...

Hoje sou Modelo, Atleta, Produtora onde faço minhas Produções Autorais e Influenciadora Digital.  Recentemente tive a oportunidade de trabalhar com duas marcas que mesmo sendo modelo nunca tive a oportunidade, nem foi pelo fato financeiro, também, mas sim por desejo, sonho e ver esse sonho de forma carinhosa se tonar realidade!

E como eu conheci a Squid?

Segui eles no perfil do Instagram, e escrevi que desejava muito fazer parte do casting deles, e no dia seguinte recebi a mensagem de aprovação e recentemente fiz trabalhos incríveis como Uber, Avon, Nívea!

Marcas ao qual me identifico, sempre amei!

Agora venho fazer parte dessa comunidade incrível idealizado por essa agência ao qual tenho grande carinho e respeito.

#ClubedaInfluência
Equipe Rojane Fradique
Equipe Rojane Fradique Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você